“ Tem dias que prefiro a solidão. Você suspende a vida por algum tempo permitindo o silêncio e a observação. Afasta aquelas tarefas rotineiras, desliga o celular, enche a geladeira de frutas e muito sorvete, volta à atenção para si. É a chance certa para vasculhar a alma recolhendo todas as impropriedades, escancarando as janelas para a troca de ar e por elas ver o horizonte e todas as suas possibilidades. Você tem a oportunidade de eliminar os equívocos, destituir as ilusões, definir as prioridades para o seu futuro, arrumar as estantes, as relações. Você entende que a solidão é tão necessária quanto a vontade de viver e conviver.
“ Tem muita gente que pensa que ama. Não sou ninguém para julgar o amor dos outros, longe de mim. Mas o amor, o amor mesmo, o amor maduro, o amor bonito, o amor real, o amor sereno, o amor de verdade não é montanha-russa, não é perseguição, não é telefone desligado na cara, não é uma noite, não é espera. O amor é chegada. É encontro. É dia e noite. É dormir de conchinha. É acordar e fazer um carinho de bom dia. É ajuda, mãos dadas, conforto, apoio. E saco cheio, também. Porque de vez em quando o amor enche o saco. Tem rotina, tem manhã, tarde, noite, tem defeito, tem chatice, tem tempestade. Mas o céu sempre limpa. Porque o amor é puro como o azul do céu.
“ Nós, garotas, temos a péssima mania de achar que só nós sentimos, sofremos e temos dúvidas. Talvez porque crescemos ouvindo que “homens são todos iguais” e que “a mulher é o sexo frágil”. No entanto, creio eu que parte do processo de amadurecimento seja perceber que não é bem assim. Esse babacas, como costumamos chamá-los, também sentem ciúmes, também ficam confusos, eles se apaixonam e são perfeitamente capazes de amar de verdade. Dê uma chance.
“ Vou inventar avós que nunca morrem, e cachorros também. Eu vou inventar uma verdade sem problemas e um caminho doce pra poder voltar e catar todos os caramelos que tiraram de mim. E mesmo que tudo dê errado, mesmo assim, não tem problema. Eu deito no telhado de uma casa qualquer, olho pro céu e invento uma nuvem que chove sorrisos, bem em cima de mim.
“ Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
like
like
“ Tem palavra que parece tão seca,
que a gente chora
pra vê se ela molha
pra vê se a alma aceita.